3 dicas incríveis de como vender artesanato

3 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Como vender artesanato e conseguir mostrar o valor que vem junto dos produtos desenvolvidos com esse tipo de trabalho em meio a um mercado com tantas produções em larga escala, como o que temos atualmente? Caso essa pergunta passe pela sua cabeça diariamente, saiba que este artigo foi elaborado para ajudá-la a encontrar essa resposta e para que você consiga ter sucesso nas suas vendas.

Mesmo que o mundo dos negócios não tenha uma fórmula mágica para fazer com que as coisas deem certo — principalmente porque cada segmento e cada empreendedor são únicos — podemos adotar estratégias eficientes para fazer com o nosso produto o melhor mercado possível para se trabalhar. Veja quais são elas!

1. Venda diferencial e exclusividade

Trabalhar com artesanato, além de ser prazeroso, é algo muito especial, pois há um valor tanto na produção quanto na venda desse tipo de trabalho. Todas as peças são produzidas de forma única e exclusiva. Dificilmente você encontrará objetos muito semelhantes uns aos outros nesse nicho.

Além disso, não há como comparar a delicadeza de uma peça que foi bem elaborada à mão com outras produzidas na indústria, de forma mecânica. Por mais que a publicidade traga o referencial de grandes marcas, se você analisar bem, qual presente seria mais original: uma boneca da qual saem milhares de cópias e todas as crianças têm igual ou um boneco artesanal, que remeta à personalidade da criança? Questão fácil essa, não?

2. Venda valor e divulgue

Que o artesanato valoriza muito qualquer decoração, você já sabe. Porém, é preciso atentar para a divulgação dos seus produtos e cenários decorativos nas redes sociais. Elas são ótimas aliadas para fazermos negócios e nos destacarmos!

Além disso, elas nos conectam com milhares de pessoas no mundo todo. Então, por que não utilizá-las a seu favor e divulgar o seu trabalho no Instagram, Facebook e no Pinterest? Não deixe essas ferramentas de lado!

3. Venda praticando as técnicas certas

Para vender suas peças artesanais, você deve levar em conta os custos fixos e os custos variáveis. Os fixos são aqueles empregados para compra dos produtos e de toda a manutenção da loja, por exemplo. É o custo que você tem para conseguir comprar as peças para vender e fazer a venda acontecer.

Já os custos variáveis envolvem o lucro que você vai ter com os itens vendidos. Aqui, deve somar os custos com a aquisição dos produtos, os gastos que tem para efetivar a venda e, a partir daí, definir um valor para precificar cada peça. O recomendado, geralmente, é que o vendedor estabeleça preços em que possa lucrar de 30% a 50% do valor que teve com o custo da compra.

Espero que você consiga aplicar as dicas simples que ofereci sobre como vender artesanato na sua loja. Percebeu como são medidas descomplicadas e que estão ao seu alcance? Empenhando-se e entendendo o valor que os presentes artesanais têm para o seu negócio, as vendas acontecerão de forma natural.

Aproveite que você conferiu algumas sugestões de vendas e veja outras sobre como investir em uma ferramenta poderosa para atrair clientes e vender muito: a sua vitrine!

Posts relacionados

2 thoughts on “3 dicas incríveis de como vender artesanato

Deixe uma resposta